HOME >> NOTÍCIAS >> TECNOLOGIA

NOTÍCIAS

TECNOLOGIA

Pequenas (grandes) conquistas da indústria nacional

(07/06/2015) - Muito provavelmente a indústria brasileira de máquinas estaria hoje numa posição muito melhor caso tivesse recebido o apoio e suporte necessários décadas atrás, quando chegou a estar posicionada entre as cinco maiores no ranking mundial desse setor (atualmente ocupa a 17ª posição). Os exemplos de Coreia do Sul, China e Taiwan, entre outros, mostram os resultados que se pode obter com política industrial adequada, combinada com educação de qualidade e recursos para a inovação e para a exportação.

Ainda que não no volume e quantidade desejados, empresas nacionais produzem tecnologia e inovações. É o que mostram os casos recentes de interesse de multinacionais em empresas brasileiras de máquinas e equipamentos, como a Zema Zselics e a MCS Engenharia, às quais se soma o da Hanna Tools, fabricante de ferramentas. Empresas de porte médio, com capacidade tecnológica para estar concorrendo no mercado mundial, mas sem capital suficiente para montar a estrutura necessária para oferecer suporte e pós-vendas a seus potenciais clientes no exterior.

Há mais de 30 anos no mercado, a MCS Engenharia teve o controle adquirido pela Kollmorgen, integrante do Grupo Danaher, dos EUA, em 2013. Em setembro próximo, os fundadores da MCS enfim vão realizar o antigo sonho de ter seus produtos lançados no mercado mundial, disponíveis nos principais polos industriais do planeta, graças à rede da Kollmorgen. E melhor: recentemente a Kollmorgen elegeu nove produtos inovadores para alavancar suas vendas no mundo. Entre eles, está o CNC Proteo PC, desenvolvido pela MCS.

A Zema Zselics, que ao longo dos seus mais de 60 anos de existência realizou exportações esporádicas para alguns países, encontrou na Junker, da Alemanha, um parceiro para consolidar a presença da marca no mercado mundial de retificadoras. A parceria comercial iniciada em 2014 resultou na aquisição do controle acionário em março passado. Desde então já foram comercializadas máquinas Zema no México, Estados Unidos e Alemanha, e a empresa participa neste momento, através da Junker, de concorrências na Rússia, China, na Europa, México e EUA. Segundo Dirk Huber, diretor da Junker no Brasil, “os profissionais da Zema ganharam muito respeito dentro do grupo, na Alemanha”.

Como divulgado pelo site Usinagem-Brasil na semana passada, as soluções desenvolvidas pela Hanna Tools atraíram o interesse da Sandvik Coromant, da Suécia, considerada a líder mundial em ferramentas de corte. Um dos destaques entre os desenvolvimentos da empresa brasileira são as soluções para usinagem de guia e sede de válvulas e de mancais de eixos-comando, operações consideradas críticas. Com o acordo assinado no final de maio, a Sandvik comercializará as soluções da Hanna em todo o mundo. Para a empresa sueca, todos os países que têm indústria automotiva são potenciais clientes dos produtos fabricados em Limeira (SP). Para Eduardo Hanna, CEO da empresa, o acordo multiplica as possibilidades da Hanna e dará o impulso que faltava à empresa no mercado internacional. (Antonio Borges Netto)

fonte: www.usinagem-brasil.com.br