HOME >> NOTÍCIAS >> STARTUP JUNO QUER DESBANCAR O UBER

NOTÍCIAS

STARTUP JUNO QUER DESBANCAR O UBER

Novo serviço pretende oferecer transporte que valorize os motoristas com garantia de excelência na corrida

O Uber sempre se vangloriou de colocar os usuários em primeiro lugar. Agora, esta vantagem da startup pode acabar se tornando seu principal ponto fraco. A empresa tem recebido críticas dos motoristas que trabalham no aplicativo, o que abriu espaço para outros serviços atuarem.

No começo de fevereiro, cerca de 400 motoristas do Uber protestaram em Nova York contra a empresa. A manifestação aconteceu por conta do aumento da porcentagem que é recolhida a cada corrida. Hoje, a Uber fica com até 25% do valor, antes era 15%. Até então, esse modelo funcionou para a empresa e permitiu que ela chegasse ao valor de mercado de US$ 62,5 bilhões.

A partir da insatisfação dos motoristas, Talmon Marco, ex-diretor executivo e co-fundador do Viber, decidiu criar a Juno, startup para serviços de transporte que quer dar melhores condições de trabalho aos profissionais. “Temos a crença de que chegou a hora de existir um serviço de transporte que valorize os motoristas”, disse Marco à Forbes.

Segundo o empreendedor, a Juno irá garantir uma porcentagem maior de retorno do dinheiro das corridas aos motoristas. A startup de Marco pretende recolher apenas 10%. Marco também garante que 50% das ações da startup estão reservadas para serem divididas entre os motoristas.Isso significa que cada pessoa que dirigir pela Juno será dona de uma pequena parte da startup.

Além da maior remuneração, outras vantagens aos motoristas estão previstas pela Juno. Um suporte 24 horas por telefone, um celular com plano de dados pago pela Juno, e a possibilidade do motorista bloquear um cliente que o tenha tratado de forma inapropriada.

Por outro lado, o padrão de qualidade trazido pela Uber ainda será mantido. Segundo a CNN, a startup irá exigir que os motoristas tenham algum comprovante de excelência do serviço. No caso de a pessoa já ter trabalhado para o Uber, por exemplo, será preciso ter uma nota mínima de 4,7 no aplicativo para poder se cadastrar.

No momento, nenhum tipo de serviço de transporte está sendo oferecido pela Juno, mas a startup já está recrutando motoristas do Uber e de outros apps semelhantes — como Lyft e Gett. Desde o dia 2 de dezembro de 2015, a Juno tem realizado constantes encontros com motoristas de aplicativos em Nova York.

Nas ocasiões, as pessoas são informadas sobre as vantagens que a startup pretende trazer e ainda são convidadas a andar pela cidade com o aplicativo da Juno ativo no smartphone. Essa fase inicial, segundo Marco, está permitindo gerar muitos dados de tráfico úteis para o planejamento do serviço. Os motoristas que aceitam andar com o app ativo ganham US$ 25 por semana.


FONTE: SITE Revista Pegn
http://revistapegn.globo.com/Banco-de-ideias/noticia/2016/03/startup-juno-quer-desbancar-o-uber.html